Não é cadastrado, clique aqui!
Não é cadastrado, clique aqui!
Qual seu grau de confiança na economia brasileira?
Horrível. Não há luz no fim do tunel e a cada dia fica pior. Já perdi as esperanças!
Péssimo. Vai piorar, vai demorar a estabilizar e vai demorar muito até começar a dar sinais de melhora.
Bom. Estamos passando por turbulências mas em breve o país voltará a crescer.
Muito bom. O pior já passou e já está melhorando.
Excelente. Não há crise econômica.
Ruim. Acredito que pode melhorar mais vai demorar.
Sexta-feira, 04 de setembro de 2015
Esquerda
Direita
Share
Publicada em 29/06/2012
596 pessoas já leram esta matéria.  

Preço do pedágio ficará mais caro em São Paulo a partir de domingo

SÃO PAULO – A partir do próximo domingo, 1º de julho, as tarifas das rodovias sobre concessão de São Paulo serão reajustadas.

Neste ano, os reajustes ficarão abaixo dos aplicados em 2011. Nas praças em que incide o IPC-A (Índice de Preço do Consumido Amplo), o reajuste será de 4,98%, no ano passado a alta foi de 6,55%.

Já nas rodovias em que o cálculo é feito pelo IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado) o aumento será de 4,26%, no ano anterior esses valores sofreram reajuste de 9,77%. Em 85% dos pedágios o aumento será de até R$ 0,30.

Cálculo das tarifas
OS critérios de reajuste das tarifas são contratuais. Conforme previsto nos editais de concessão, os índices de correção são aplicados sobre as tarifas quilométricas das rodovias.

Cada praça de pedágio realiza a cobrança por uma determinada extensão em quilômetros da rodovia e para calcular o valor final das praças, o trecho de cobertura é multiplicado pela tarifa quilométrica.

Fonte: Infomoney - 28/06/2012

Destaques

Cadastre-se e receba notícias. É grátis!