Não é cadastrado, clique aqui!
Não é cadastrado, clique aqui!
Qual seu grau de confiança na economia brasileira?
Horrível. Não há luz no fim do tunel e a cada dia fica pior. Já perdi as esperanças!
Péssimo. Vai piorar, vai demorar a estabilizar e vai demorar muito até começar a dar sinais de melhora.
Bom. Estamos passando por turbulências mas em breve o país voltará a crescer.
Muito bom. O pior já passou e já está melhorando.
Excelente. Não há crise econômica.
Ruim. Acredito que pode melhorar mais vai demorar.
Sexta-feira, 29 de maio de 2015
Esquerda
Direita
Share
Publicada em 02/08/2011
2761 pessoas já leram esta matéria.  

Empresa pode colocar nome no SPC duas vezes sem avisar cliente?

Se houver uma única dívida, consumidor não pode ser incluído duas vezes no cadastro, explica Sophia

Uma empresa pode colocar o nome do consumidor duas vezes nos cadastros de maus pagadores, como o SPC, por exemplo?

Para resolver o caso da leitora Azenaide, a blogueira do R7 Sophia Camargo conversou com o Edgar Moreira da Silva, procurador do Ministério Público especializado em assuntos coletivos e defesa do consumidor.

Ele explicou que, se for por causa de uma única dívida, o nome não pode ir duas vezes para o cadastro de maus pagadores. Um débito não pago pode gerar um “gancho” de cinco anos, período em que o nome ficará no banco de dados, ou seja, o período em que o nome ficará sujo.

Porém, após esse prazo, mesmo que o cliente não tenha pago a dívida, o nome não pode mais ficar sujo. 

Se houve uma renegociação da dívida, o nome saiu da lista do SPC, mas, em caso de falta de pagamento desse novo acordo, o nome pode voltar para o cadastro de maus pagadores. Sophia explica que essa é uma nova dívida, o que permite à empresa ou ao banco recolocar o nome no banco de dados.


Fonte: R7 - 02/08/2011

Destaques

Cadastre-se e receba notícias. É grátis!