Não é cadastrado, clique aqui!
Não é cadastrado, clique aqui!
O Ministro do STF Luiz Fux concedeu auxilio-moradia de R$ 4.377,73 para todos os desembargadores, juízes e promotores de justiça. O gasto pode ser de bilhões de reais por ano. O que você acha?
Não concordo, pois é um abuso com o dinheiro público.
Não concordo, por outro motivo.
Concordo, estes servidores da justiça fazem juz a este benefício.
Sexta-feira, 28 de novembro de 2014
Esquerda
Direita
Share
Publicada em 10/05/2010
37335 pessoas já leram esta matéria.  

Metro quadrado na construção civil já custa em média R$ 730

O Índice Nacional da Construção Civil, calculado pelo IBGE em convênio com a Caixa Econômica Federal, registrou variação de 0,37% em abril, bem abaixo do resultado de 0,76% em março. A taxa de abril é a menor desde novembro do ano passado. No quarto mês de 2009 a variação foi de 0,32%.

As variações mensais dos últimos seis meses:

• Novembro: 0,33%
• Dezembro: 0,54%
• Janeiro: 0,42%
• Fevereiro: 0,43%
• Março: 0,76%
• Abril: 0,37%

Com o resultado de abril, a carestia do setor em 12 meses chega a 5,86%.

O custo nacional por metro quadrado passou de R$ 727,94 em março para R$ 730,66 em abril, dos quais R$ 418,65 são relativos aos materiais e R$ 312,01 à mão-de-obra.

A parcela dos materiais acelerou de 0,35% para 0,45%. Já a mão de obra recuou de 1,31% para 0,27%.

A variação do custo da construção por região, em abril:

• Centro-Oeste: 1,15% (para R$ 700,80 o metro quadrado, em média)
• Norte: 0,45% (R$ 740,91)
• Sul: 0,37% (R$ 709,65)
• Sudeste: 0,30% (R$ 769,56)
• Nordeste: 0,20% (R$ 690,84)

O Mato Grosso do Sul apresentou o maior aumento no custo da produção em abril (3,95%)m, devido aos reajustes salariais decorrentes de acordo coletivo. Paraná, Pernambuco e Roraima tiveram as menores taxas mensais.

Pelo segundo mês seguido, o Rio de Janeiro é o estado com o metro quadrado mais caro do país, posição que por muitos meses era de Roraima. Os dois são os únicos acima de R$ 800:

• Espírito Santo: R$ 645,72
• Rio Grande do Norte: R$ 647,53
• Sergipe: R$ 653,11
• Ceará: R$ 673,95
• Pernambuco: R$ 676,02
• Paraíba: R$ 676,17
• Goiás: R$ 678,07
• Piauí: R$ 679,71
• Minas Gerais: R$ 692,47
• Mato Grosso: R$ 695,78
• Rio Grande do Sul: R$ 702,24
• Alagoas: R$ 703,12
• Santa Catarina: R$ 706,76
• Amapá: R$ 707,90
• Pará: R$ 710,89
• Bahia: R$ 716,13
• Paraná: R$ 718,94
• Mato Grosso do Sul: R$ 725,17
• Maranhão: R$ 730,49
• Brasil: R$ 730,66
• Tocantins: R$ 747,28
• Distrito Federal: R$ 748,57
• Rondônia: R$ 748,90
• Acre: R$ 767,75
• Amazonas: R$ 767,88
• São Paulo: R$ 795,80
• Rio de Janeiro: R$ 829,11
• Roraima: R$ 816,72
Fonte: Cidade Biz
Comentários
7 comentários

Destaques

Cadastre-se e receba notícias. É grátis!