Não é cadastrado, clique aqui!
Não é cadastrado, clique aqui!
Qual seu grau de confiança na economia brasileira?
Horrível. Não há luz no fim do tunel e a cada dia fica pior. Já perdi as esperanças!
Péssimo. Vai piorar, vai demorar a estabilizar e vai demorar muito até começar a dar sinais de melhora.
Bom. Estamos passando por turbulências mas em breve o país voltará a crescer.
Muito bom. O pior já passou e já está melhorando.
Excelente. Não há crise econômica.
Ruim. Acredito que pode melhorar mais vai demorar.
Sexta-feira, 31 de julho de 2015
Esquerda
Direita
Share
Cartão de Crédito
14878 pessoas já leram esta FAQ. 

Clonagem de cartão: como se defender?

Neste tipo de situação, assim que o consumidor se der conta do problema, este deve entrar em contato imediato com o banco emissor ou a administradora do cartão e informar o ocorrido para que o cartão seja bloqueado ou cancelado.

É recomendável que seja anotado o nome da pessoa que atendeu a ligação, assim como a hora e o código ou protocolo do atendimento.

Depois, o consumidor deve registrar ocorrência policial e encaminhar cópias para a própria administradora ou banco emissor, para o SPC e a Serasa, informando o ocorrido.

As compras ou serviços contratados por meio de cartão de crédito clonado não podem ser cobrados do consumidor e caso este tenha seu nome inserido nos cadastros de restrição ao crédito, poderá ingressar com ação indenizatória contra o banco emissor ou a administradora do cartão, que tem a responsabilidade total pela segurança dos dados do cartão de crédito, assim como contra qualquer empresa que recebeu o pagamento por meio deste cartão sem pedir a correta identificação do portador do cartão.
Cadastre-se e receba notícias. É grátis!