Não é cadastrado, clique aqui!
Não é cadastrado, clique aqui!
Quinta-feira, 18 de setembro de 2014
Esquerda
Direita
Share
Dicas Úteis
Dicas Úteis
20442 pessoas já leram esta FAQ. 

Você sabe o que pode destruir seu patrimônio?

SÃO PAULO - Depois de anos poupando dinheiro para não depender financeiramente de familiares, existem fatores que podem simplesmente colocar todo aquele valor investido por água abaixo.

No entanto, você sabe quais os riscos que podem destruir o seu patrimônio? Muitas vezes eles chegam sem que você perceba e, quando menos espera, tudo se foi. A empresa faliu, a inflação acabou com suas reservas ou a poupança teve de ser usada. Para que isso não aconteça, veja abaixo as armadilhas em que você não pode cair.

Aplicações erradas

É preciso saber que não existe a aplicação financeira ideal, aquela na qual, se qualquer pessoa investir, ganhará muito dinheiro. Se fosse assim, todas as pessoas investiriam e ninguém passaria por dificuldades.

No entanto, não precisa se desesperar. Mesmo que não exista a carteira de ativos ideal para todos, existe aquela que se encaixa em seus objetivos. Escolha-a, mas cuidado ao trocar de aplicação financeira. Nesta hora, não se baseie em dicas, mas tenha um planejamento.

Estudos acadêmicos confirmam que mais de 90% da rentabilidade de uma carteira é estabelecida pela forma como o dinheiro está alocado nos mercados diversos.

Negócios mal sucedidos

Quando participa da construção de um negócio é fácil saber se está indo bem ou não. No entanto, quando simplesmente entram num segmento do mercado sem acompanhar sua evolução, as coisas se tornam mais difíceis para o aplicador.

Ao escolher um novo negócio para investir, saiba quanto do patrimônio poderá ser direcionado, para que não o comprometa, e qual a taxa de retorno esperada. Não faça tudo sozinho, para que o negócio não se torne mal sucedido, e sempre busque avaliar a viabilidade.

Crises financeiras

Além de seu negócio estar indo bem ou de seu patrimônio já ter chegado à quantia esperada, pense que a economia interfere em tudo e, principalmente, que em países como o Brasil, ela pode ser oscilante. Movimentos de especulação fortes fazem com que as pessoas percam o autocontrole e acabem por destruir com o patrimônio.

Um dos fatores da economia que podem acabar com uma reserva de dinheiro é a inflação. Mesmo que haja um cenário de estabilidade monetária, ou seja, taxas baixas, o efeito da inflação pode ser devastador no longo prazo se você não tiver a proteção adequada.

Problemas de sucessão e societários

Em negócios de família, ainda existe um fator que pode acabar com a empresa. Existem casos de bilionários brasileiros que morrem sem deixar partilha de bens e, ao final, as brigas impedem que os negócios se desenvolvam e que uma boa administração seja feita.

Além dos problemas com a família, os sócios devem estar atentos. Problemas entre as pessoas que administram as empresas ou quando uma delas morre. Então voltamos ao risco que as sucessões e brigas familiares oferecem ao patrimônio.

Entre os problemas familiares, ainda existem os divórcios. Mesmo com relação aos negócios, aplicações financeiras ou outros investimentos, quando o rendimento de uma das partes sai, o patrimônio também tende a cair.

Fonte: InfoMoney, 29 de novembro de 2006. Na base de dados do site www.endividado.com
Mais sobre Dicas Úteis
Cadastre-se e receba notícias. É grátis!